Skip to content

Web 2.0 e a fé

Maio 16, 2007

O tema para a dissertação de mestrado que eu escolhi é o seguinte: “A Web 2.0 na educação da fé: problema ou desafio?

É um facto incontornável a presença das novas tecnologias na paisagem cultural dos homens e mulheres, tanto na dimensão interior como exterior dos indivíduos. Hoje, as economias do mundo transitaram da lógica industrial para a lógica do saber, onde a capacidade de adaptação constante a novas formas de aprendizagem significativas é crucial para a sobrevivência. Esta aprendizagem do saber é uma actividade cada vez mais colaborativa, convertendo-se numa actividade social plenamente integrada.
Cada vez mais aquilo que se aprende nos bancos da escola é relativizado, talvez por não ter na devida conta o contexto vivencial dos seus alunos e da sua inclusão num contexto de aprendizagem escolar.

A Web 2.0 surge como uma forte e imprescindível colaboradora, enquanto ferramenta, da aprendizagem tendo em conta as necessidades reais dos seus destinatários. Permite uma construção do saber mais significativa, contextualizada e colaborativa.
Embora identifiquemos as fortes vantagens pedagógicas que esta ferramenta adita ao contexto educativo, a frieza desta tecnologia impõe uma contrapartida indispensável: o calor humano.

Tendo em conta esta nova realidade, os bispos portugueses, num documento sobre orientações para a catequese actual, “Para que acreditem e tenham vida”, de 2006, afirmam o seguinte:
“Perante a nova paisagem cultural requerem-se novos modos de comunicar a fé, novas linguagens, novas técnicas, novas atitudes” (CEP, 2006: 2.b).
Apesar desta frase, todo o documento apresenta um pensamento muito reservado em relação a esta “paisagem cultural”, vendo-a como um obstáculo e não como um desafio.

Tendo em conta este contexto, e a ausência de qualquer estudo em que se identifique as vantagens e pertinência da inclusão da Web 2.0 no campo da educação da fé, é meu objectivo fazer a ponte entre esta ferramenta e a pedagogia da fé, enriquecendo-a com as novas teorias da aprendizagem.
Reconheço o divórcio entre estas diversas ciências. Por causa dele, a igreja, na minha opinião, está a comprometer o sucesso da sua missão, pois é evidente o fosso existente entre os educandos e as suas necessidades reais, com um discurso, atitude e pedagogia que a Igreja ainda adopta.
O grande objectivo da catequese ou da formação cristã de adultos, é levar ao conhecimento da pessoa de Jesus, propiciando o seguimento da sua mensagem adaptando-a à vida de cada um, respeitando o contexto vivencial.
Neste processo de formação, a escuta da Palavra de Deus é sempre mediatizada pelo homem. Como o objectivo é formar para uma vivência segundo os valores cristãos, é preciso ter em conta que a sua incorporação na vida faz-se através de: um processo de aceitação da realidade; uma fusão com os problemas; e pelo respeito das situações de cada um. Por isso, a formação cristão “não deve fornecer respostas a pedidos não existentes ou não formulados, nem deve forçar o ritmo de crescimento e de maturação em nome do ensinamento doutrinal ou institucional imposto de fora” (Alberich, 2001: 121). Por isso, urge repensar toda a pedagogia adoptada.

O aluno age levado pelas suas necessidades psicológicas e sociais e, ao agir, ao exprimir-se, educa-se e desenvolve-se. A Web 2.0 deve ser vista como uma forte aliada neste processo. Ela ajuda a criar as condições para que estes objectivos sejam atingidos. Dentro deste contexto, a Web 2.0, apesar de alguns riscos que devem ser devidamente ponderados, deve ser vista como um desafio e não como um problema.

questiono-me: porque é que ainda temos medo desta ferramenta poderosa que está ao nosso alcance? Será ignorância sobre a sua existência e utilização ou o medo da novidade? Será que a pedagogia que continuamos a utilizar está a ser significativa para os nossos jovens? Será que a metodologia tradicional é suficiente e convincente? O que fazer para mudar?

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: