Skip to content

Portefólio

Outubro 28, 2008

Cada vez se fala mais dos portefólios.De facto, eles poderão ser considerados uma mais-valia para a mudança efectiva da nossa prática catequética.

Mas o que são os portefólios? Há quem considere que é a selecção, arquivamento e divulgação dos trabalhos feitos. Mas o portefólio é muito mais do que isto. O principal objectivo é mostrar que a criança se envolve, de modo activo, numa reflexão sobre as suas aprendizagens (Carpenter). “São colecções sistemáticas feitas pelas crianças e catequistas (no nosso caso). Podem servir de base para examinar o esforço, a melhoria,os processos e o rendimento, assim como responder às exigências habitualmente feitas por métodos mais formais de avaliação. Através da reflexão sobre as colecções sistemáticas de trabalhos de uma criança, a catequista e as crianças podem trabalhar em conjunto, no sentido de compreenderem as forças da criança/jovem, as suas necessidades e seus progressos” (Tierney). Desta forma, o portefólio pode ser visto como uma colecção dos trabalhos mais significativos (não os mais bonitos, mas os mais importantes no percurso) que ilusram os esforços do autor, os seus progressos e as suas realizações em um ou outro domínio. Assim, o portefólio testemunha a reflexão do aluno e a sua participação de modo a efectivar a sua aprendizagem.

No portefólio, o catequizando dá conta das reflexões que faz, dos esforços que desenvolve, define, para si mesmo, objectivos, determina as estratégias a seguir e lança a si mesmo desafios.

Estes trabalhos contêm comentários do catequista e dos colegas, e até dos próprios pais. Desta forma, estamos a desenvolver um olhar crítico sobre o que faz e o como se faz. O portefólio torna-se um instrumento em que reflecte o catequizando, aquilo que ele sabe, o que sabe fazer e o como fez.

A prática do portefólio pode e deve concentrar a atenção de todos (catequizandos, familiares e catequistas) nas actividades importantes na aprendizagem da mensagem cristã. O Processo de compilação dos trabalhos realizados pelos catequizandos, pode estimular o questionamento, a discussão, a análise e a reflexão dos temas apresentados nos encontros e relacioná-los com os acontecimentos do quotidiano. O portefólio proporciona ao catequizando, servir-se dos conhecimentos adquiridos fora dos encontros de catequese, enriquecendo assim as actividades catequéticas, relatando as suas próprias experiências.

O blogue pode ser uma ferramenta a utilizar para atingir os objectivos apresentados. Para isso, as crianças deverão ter direitos de edição no blogue, a fim de colocarem as suas entradas e não se limitarem a fazer comentários ao que o catequista publica. Cada criança publicará, não só os seus trabalhos e pesquisas, mas também o processo que a ele conduziu: objectivos, metodologia e avaliação. Depois poderá recolher os comentários dos colegas, catequista e pais. Estes comentários devem apresentar uma reflexão sobre o processo, por forma a contribuir para um verdadeiro progresso, e não se limitar ao simples elogio, sem fundamento (gostei…. tá lindo… tens geito… continua).

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: