Skip to content

Projecto pastoral de evangelização (I)

Dezembro 1, 2008

(Continuamos na síntese de Alberich)

O Vaticano II convidou-nos a ler os sinais dos tempos, isto é, os sinais que de alguma maneira prefiguram o futuro da Igreja e da sua presença no mundo. Nesse sentido, a Igreja deve sentir-se obrigada a repensar a sua missão evangelizadora e a determinar opções prioritárias num projecto pastoral renovado. Urge reformular a própria identidade, como Igreja e como experiência de fé numa sociedade em transformação. Não pode fechar-se em si mesma, demonizando o mundo.

A palavra igreja é convocação, ekklesia, reunião de convocados. É também comunhão e está ao serviço de uma missão. Este são os momentos de um contínuo dinamismo que leva a Igreja a recolher-se para difundir-se, a reunir-se para sentir-se continuamente lançada no mundo, a encontrar-se para perder-se no testemunho humilde do Reino. A Igreja não existe para si mesma, mas ao serviço de um projecto divino. A Igreja está no mundo, para o mundo, a serviço do Reino de Deus. Ela não é fim em si própria ou da sua afirmação no mundo.
Nas palavras de Karl Rahner, “é o sacramento da salvação para o mundo, que, na verdade, na sua maior parte, é salvo pela graça de Deus fora das instituições da Igreja”.

No que concerne à acção pastoral, a Igreja não deve preocupar-se em conservar e ampliar a si mesma, mas antes, buscar estimular o crescimento do mundo segundo o plano de Deus, para tornar o mundo mais humano e mais conforme ao projecto libertador do Reino.
A Igreja não é apenas mais uma missão de colaborar com as pessoas de boa vontade na construção de um mundo mais humano. Ela reveste-se de 4 formas de ser no mundo:

Diaconia: amor, caridade, serviço, promoção, educação, solidariedade. Responde à necessidade de encontrar uma alternativa à lógica de prepotência e de egoísmo que envenena a convivência.

Koinonia: Comunhão, fraternidade, reconciliação, partilha. Responde ao anseio de fraternidade e de paz. Traduz um novo modo de conviver e de estar juntos.

Martyria: primeiro anúncio, testemunho, catequese, pregação. A Igreja deve transmitir uma palavra libertadora, e uma interpretação da vida e da história. Ajuda a dar sentido às experiências vividas.

Liturgia: eucaristia, sacramentos, culto, oração. Reponde ao desejo de celebrar a vida e o mistério da existência resgatada e transformada.

Em resumo: a Igreja é portadora de um novo modo de amor universal, uma nova forma de convivência fraterna, uma palavra e um testemunho carregado de esperança, um conjunto de celebrações que manifestam uma vida em plenitude.

Advertisements
2 comentários leave one →
  1. vigilante permalink
    Dezembro 5, 2008 13:55

    Sempre que ao domingo me dirigo para a Igreja para participar na Eucaristia, passo por uma Igreja Evangelica, as pessoas que se vão aproximando ou que simplesmente conversam na entrada deixam-me sempre muito curioso, porque eles têm um ar feliz, “parecem” uma família, estão com ar de festa…

    Porque será que na minha Igreja estão todos tristes,… não se olham, …
    depois no abraço da paz parte-se um pouco o gelo, mas logo passa.
    Quando saiu, já procurei sorrir para quem não conheço, mas creio que me acharam um pouco louco…

    Porque será que o cristão é tão triste?

  2. Dezembro 5, 2008 16:33

    Uma boa questão. Os cristãos têm muitos motivos para se sentirem alegres. Eu prefiro pregar o Deus do sorriso, a beleza de Deus, o colinho de Deus, que muitas teorias e doutrinas frágeis e pouco significativas para a vida real. Quando sentirmos este colo e o olhar amoroso de Deus sobre nós, então iremos sorrir. E podem-nos chamar loucos; e somo-lo de facto: loucamente amados por Deus.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: