Skip to content

Profissão de fé: sim ou não?

Janeiro 5, 2009

Vou lançar este tema a debate, porque parece que isso não tem acontecido em muitos sítios. Muitas paróquias estão a terminar com a festa da profissão de fé unilateralmente, em nome de algumas teorias. Embora não seja um festa obrigatória, eu estou convencido de que não deve terminar. Mas qual a vossa opinião?

As razões para terminar são as seguintes: não é importante; a verdadeira profissão de fé é o crisma; as pessoas dão muita importância e gastam muito dinheiro, servindo para exibicionismos. Tudo isto é verdade. Mas a solução passará por reduzir a festa a uma simples celebração como a do pai nosso? Não seria melhor dar mais importâncias às outras festas?

Conheço uns pais que, a titulo pessoal, fizeram dessas festas simples, algo de importante. Convidaram os avós para a festa, e depois foram jantar todos. É um bom exemplo. Não será que haverá muitos preconceitos e falta de diálogo por parte dos responsáveis que tomam estas atitudes? Não quero condenar, mas questionar.  Não é por se dar importância à Profissão de Fé que as pessoas vão retirar importância ao Crisma. Devemos criar motivos e oportunidades para que as pessoas venham à Igreja. Depois não nos podemos queixar da pouco afluência de fiéis.

Aprendamos a trazar Deus para perto do homem, como Cristo o fez. E não o contrário. A fé não pode ser desumanizante nem desumana.

Advertisements
6 comentários leave one →
  1. Ana Moreira permalink
    Janeiro 6, 2009 18:37

    Penso que este é desde já um tema bom para debater,pois as teorias pró e contra a profissão de fé saõ muitas e isso dava tema para…Mas o que eu acho ,é que se deveria continuar a fazê- lo, e concordo ,com o que pensa sobre o assunto. Se formos pelo exibicionismo, teriamos que terminar com todas as outras festas, pois quem participa com o interesse de se exibir continuará .O crisma sem dúvida que é importante , mas o mais importante é como disse, atrair mais pessoas à Igreja e o que deve prevalecer é sempre a fé e a vontade de estar perto de Deus. Tenho quase a certeza que as crianças que fazem a profissão de fé fazem -na ,com fé ,sem exibicionismos .Esses veêm mais dos adultos, do que das crianças

  2. Paula Quintela permalink
    Março 27, 2009 12:17

    Caros amigos:

    Na minha opinião acabar com a festa da Profissão de Fé é acabar com o interesse das crianças em virem à catequese. Na nossa paróquia as crianças que frequentam os anos em que não há qualquer celebração na comunidade no final desse ano, são as que mais desinteresse demonstram em virem à catequese.
    Exageros sempre haverão por parte dos pais, mas no que diz respeito aos filhos nunca se esquecerão daquele dia em que fizeram a Profissão de Fé, a Festa da Palavra, a Festa da Eucaristia, etc…
    É urgente encontrarmos soluções para criarmos interesse e curiosidade nas coisa de Deus e não acabarrmos com as Festas da catequese que é o que as crianças mais gostam.
    Eu como catequista e mãe, acho que se deveria dar mais valor a outras celebrações que neste momento estão a perder importância e já não são celebrados na Eucaristia da comunidade de cada paróquia, pois se a Festa do Pai Nosso não é celebrada na Missa Dominical perde muita importância não só para os pais como também para as crianças e a própria comunidade paroquial.
    Vamos pois continuar a celebrar as Festas da Profissão de Fé, pois a minha festa já foi há quase 28 anos, muito simples, mas muito mais importante do que o crisma.

    Cumprimentos

    Paula Quintela

  3. isabel permalink
    Janeiro 13, 2010 18:11

    BOA TARDE

    FIQUEI INDIGNADA QUANDO LI ESTA MSG
    EU DOU CATEQUESE A 8 ANOS NA PAROQUIA DE ALHOS VEDROS
    E SEMPRE FIZEMOS ESTA FESTAS ,ALEM DE SEREM BONITA FAZ COM QUE MUITOS JOVENS CONTINUEM NA CATEQUESE ,
    TENHO DO 1º A 6 ANO COM 70 CRIANÇAS DA QUAL ME SINTO MUITO HONRADA PERTENCER A ESTA PAROQUIA ONDE FIZ MUITOS AMIGOS E FAZEMOS MUITAS FESTAS COM TODOS OS PAIS .
    TENHO UM CORO DE PAIS E FILHOS DA CATEQUESE.
    TODS AS FESTAS SÃO IMPORTANTES POR ISSO NÃO DEVEM ACABAR PARA NÃO AFASTAREM AS CRIANÇAS MAS SIM CONTINUARMOS A TER MUITAS CADA VEZ MAIS
    UM ABRAÇO
    CATEQUISTA ISABEL

  4. isabel permalink
    Janeiro 13, 2010 18:26

    QUANDO ENTREI PARA CATEQUISTA A NOSSA PAROQUIA ESTAVA MORTA E COM A MINHA ALEGRIA RESOLVI REVOLUCIONAR UM POUCO AS COISAS
    FUI CRIANDO FESTAS COM TODOS OS PAIS E CRIANÇAS

    HOJE FAZEMOS A FESTA DO PAI NOSSO

    FESTA AVÉ MARIA

    FESTA DA BIBLIA

    FESTA DO CREDO

    FESTA DO PERDÃO

    FESTA DA FAMILIA

    NAS NOSSAS FESTAS O NOSSO CORO CANTA SEMPRE
    É LINDO VER OS PAIS E CRIANÇAS CANTAREM FICO SEMPRE MUITO COMOVIDA TENHO CONSEGUIDO AQUILO QUE MUITAS DAS MINHAS COLEGAS NUNCA O FIZERAM EM 25 ANOS QUE ESTÃO NA PAROQUIA A DAR CATEQUESE

    TENHO SIDO ALVO DE INVEJAS PORQUE NUNCA PENSARAM QUE UMA EX TESTEMUNHA DE GEOVÁ CONSEGUSSE FAZER COISAS LINDAS
    HOJE SINTO-ME RALIZADA DEPOIS DE TANTOS ANOS PERTENCER A OUTRA RELIGIÃO VOLTASSE PARA A SUA ANTIGA QUE ERA A CATOLICA FIZ ISTO PELAS MINHAS FILHAS ELAS ODIAVAM VER-ME ANDAR NA RUA
    NÃO ESTOU ARREPENDIDA POR ISSO TENHO DADO O MEU MELHOR E TENHO SIDO ABENCOADA POR DEUS

    AS INVEJAS FORAM TANTAS QUE FIQUEI PROIBIDA DE CANTAR A PAI NOSSO GALEGO NA IGREJA
    DIGO SEMPRE PERDI UMA GUERRA MAS AINDA TENHO UMA BATALHA PELA FRENTE PARA CONQUISTAR
    FORÇA CATEQUISTA FAÇAM O QUE O VOSSO CORAÇÃO VOS MANDA
    FAÇO ISTO PELAS CRIANÇAS PAIS E DEUS

    UM ABRAÇO
    DA CATEQUISTA
    ISABEL

  5. Janeiro 13, 2010 18:35

    Olá Isabel. Admiro a Sua irreverência e perseverança. Quando acreditamos, é dentro que devemos lutar e fazer ouvir as nossas opiniões. Continue Esse trabalho mostrando a todos a beleza de Deus, o quanto Ele está próximo, nos respeita e ama, um Deus que nunca desiste de nós. Os obstáculos, se vistos pelos olhos de Cristo, serão um amplificador do nosso trabalho, e uma possibilidade de nos fazer desabrochar.

  6. Verinha permalink
    Maio 31, 2014 12:00

    O crisma é importante mas mais importante é atrair pessoas para a Igreja???? atrair pessoas para a igreja com festinhas para putos não é o mesmo que evangelizar. Para isso mais vale estar quieto.

    Além disso se as crianças deixam de ir á catequese, á missa e a orações depois do Crisma, se calhar o catequista nunca devia tê-los deixado fazer esse SACRAMENTO.

    Eu concordo com as festas da catequese, claro. é uma maneira de integrar os pais na comunidade. Só acho que se lhes dá demasiada importância. festinha é festinha, sacramento é sacramento. uma profissão de Fé não tem nunca a importância de um crisma como é óbvio.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: