Skip to content

O Papa e o preservativo

Março 19, 2009

Ouvimos a afirmação que o Papa Bento XVI proferiu àcerca do preservativo na prevenção da Sida. Já ouvimos um coro de reacções contra esta ideia. Evidentemente que concordo com o princípio do Papa, que é, a valorização do ser humano, o respeito por si e pelo outro, que as pessoas não se convertam em “exploradores sexuais”.

Mas no que diz respeito ao preservativo, seja na prevenção da sida, ou não, considero que o Papa não está a viver no mundo de hoje, com as exigências que hoje se vivem. Em que é que o preservativo prejudica a nossa relação com Deus e com os outros? Estará o Santo Padre preocupado com a depravação sexual? Por amor de Deus: esses não querem saber das ideias do Papa. E a imagem que a Igreja está a passar é negativa. Mais: já ninguém liga ao que o Papa diz. E quanto mais se insiste neste assunto, e noutros, mais afasta as pessoas e mais credibilidade perde.

Fale-se dos valores cristãos, e esqueça-se o preservativo. Não é isso que interessa. A Igreja precisa de olhar para a sexualidade com naturalidade, e não com medo e o sentimento de pecado. Os pequenos passos que a Igreja foi dando já a deveria ter alertado para este assunto: em tempos, a relação sexual do casal era só para a procriação. Só muito mais tarde, foi vista, em segundo lugar, como fonte de união do casal. Mas impõem-se mudanças mais arrojadas. Sexo não tem de ser sinónimo de pecado. Eduque-se para os afectos e para a sexualidade, e deixemos de parte coisas que não têm importância nenhuma. Ouçamos o apelo que Senhor fez aos doutores da lei: “Ai de vós doutores da lei, que carregais as pessoas com fardos pesados e vós, nem com um dedo sequer, tocais nesses fardos”.

Advertisements
8 comentários leave one →
  1. Março 19, 2009 22:26

    Permitam-me mais um comentário: o assunto do preservativo é apenas uma das questões, e das menores, que a Igreja precisa de rever, na minha opinião. Existem tantas outras: casamento, celibato, reconciliação…
    E atenção: eu amo a Igreja e acredito na sua missão. Mas não posso deixar de manifestar a minha opinião e de pedir mudanças… A lei dos homens… são isso mesmo… A lei de Deus: ama, ama muito e ama sempre, a ti, a Deus, aos outros.

  2. Carla (Catequista 3º Ano) permalink
    Março 20, 2009 08:44

    O Papa Bento XVI defendeu esta terça-feira que a solução para o problema da sida não passa pela distribuição de preservativos, horas antes de aterrar na capital dos Camarões para a sua primeira visita ao continente africano, escreve a Lusa.
    «Não se pode resolver (o problema da sida) com a distribuição de preservativos», disse o Papa aos jornalistas a bordo do avião da Alitália que o levará até Yaounde, nos Camarões. Acrescentou que, «pelo contrário, a sua utilização agrava o problema». Esta é a primeira vez que Bento XVI fala explicitamente no uso de preservativos. A Igreja Católica, que se afirma na linha da frente do combate à sida, encoraja a abstinência para impedir a propagação da doença. A oposição da Igreja ao uso de preservativos é questionada por padres e freiras que trabalham com vítimas da sida em África. O Papa estimou ainda que a solução passa por um «despertar espiritual e humano» e pela «amizade pelos que sofrem…
    (Excerto da noticia publicada em TVI24)

    O que é isto???? pergunto.
    Como pode o Papa estar tão longe da realidade e apresentar até, esta postura tão desumana???

  3. flor permalink
    Março 20, 2009 18:51

    Só nos resta rezar para que o Espirito Santo ilumine o Papa que esta a andar para trás….

    O Papa está perante um povo vive sem condições e em lugar de esperança vai confundir,,,

    O mundo esta num periodo de mudança galopante (são grandes as transformações) e a Igreja vai continuar a recuar… e infelizmente ainda existem muitos “velhos” na Igreja que se quer renovada, na Imagem de Cristo.

  4. Lalage permalink
    Março 20, 2009 21:32

    O Expresso está a fazer uma sondagem interessante sobre o assunto: http://aeiou.expresso.pt/o_papa_ou_o_preservativo=f504223

  5. carla permalink
    Março 26, 2009 13:09

    Eu sou africana, de Cabo Verde, e estou completamente de acordo com o Papa Bento XVI, é obvio que o persevativo não é um xarope para tosse, “tome o xarope e acaba a tosse” ou seja tome “tomem preservativos que acabará a SIDA”, há outros meios melhores, essencias e eficazes, que o que Papa pretende transmitir, a abstinência, a fidelidade, os valores dados por Cristo( ter um só companheiro, caso contrario Ele considera adultério) o Papa quer é acabar com essa vida de adultério que o povo tem, os valores de casamento, a sanidade da pessoa e guardar a castidade, tudo isso é mensagem que o Papa quer deixar e os outros não querem perceber… e sobre em que mundo estamos digo que em todos os séculos a Palavra de Deus é presente, é sempre ontem hoje e sempre! se cada vez pensarmos que estamos em outro munda cada vez mais em nossos corações matamos os valores éticos e morais e acabamos por encontrar um paradoxo entre nós e a Palavra de Deus…

  6. Gabriela Poças permalink
    Março 27, 2009 00:22

    É a primeira vez que visito este site, mas não pude deixar de comentar este assunto; por 3 razões: por ser Médica de Família, por já ter estado em Africa (e particularmente em Angola) e por ser católica.
    Por ser médica, oriento-me por normas de orientação clínica (NOC); e segundo as NOC da OMS, a estratégia para a “prevenção da SIDA” baseia-se, por esta ordem, no ABC: Abstinence, Be faithful (ser fiel), Condom (preservativo). É a OMS que o diz…
    Por já ter estado em África, conheço alguns dos “preconceitos” de alguns nativos guineenses relativamente à SIDA: para estes últimos, a SIDA é uma doença dos brancos e inventada pelos brancos; portanto, porque hão-de eles usar o preservativo (um objecto de brancos)? Não será mais fácil encontrarmos pontos de convergência quando falámos da valorização do ser humano, do que distribuindo (impondo?) preservativos?
    Por ser católica, não posso reger-me somente por NOC’s nem por grupos étnicos e portanto, não consigo imaginar uma relação humana (seja ela médico-doente ou outra) que não seja pessoal; não se pode generalizar, apesar de ter de haver “normas”…

  7. Março 27, 2009 09:00

    Se eu pegar numa faca e matar uma pessoa, onde está o erro? Ninguém me vai dizer que é da faca, mas da forma como a utilizei. Aquilo que se deveria falar era na educação para a afectividade, na investigação para a descoberta da cura, não que o preservativo é pecado. Na minha opinião, aí é que reside a questão. E já agora: a Igreja também condena, da mesma forma que o preservativo, a pílula. Será que estamos com o Papa nesta afirmação? Os valores que subjazem a estas orientações são sumamente válidas. Mas porquê continuar a falar do preservativo, quando já se conhece a intenção dos média, que não querem saber da Igreja a não ser para a denegrir?
    A Igreja tem de perder a ideia de que tudo é pecado, nada é permitido, que vamos todos para o Inferno e que Deus está pronto a condenar, se não fizermos aquilo que o Papa manda. É pecado só porque o Papa diz, baseado numa lei puramente humana e personalizada, porque ele faz as leis segundo as suas convicções? O que tem a ver com direito divino, isso sim. Falemos mais no Deus do amor, do perdão, do céu, da beleza de Deus, com linguagem bela, acessível, e voz não autoritária. Aprendamos com Jesus a sabedoria de saber lidar com o mundo, os opositores, sem perder a beleza da sua linguagem, e a ternura do seu olhar. Falemos mais de céu, falemos mais de valores, e menos de condenação.

  8. flor permalink
    Março 27, 2009 22:22

    É bom comentar, bem instalados no conforto da nossa casa, depois de jantar,,,Sim é fácil para mim “a abstinência, a fidelidade, os valores dados por Cristo” Mas se pensar que nos Camarões a tradição permite que o homem tenha 4 ou mais mulheres, (?)
    Sem falar no desemprego, na fome…
    que atira com a juventude sem perspectivas de vida para a droga, prostituição e Aids
    Pecado é a falta de direitos, a fome, a miséria…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: