Skip to content

Mudanças…

Junho 6, 2009

Esquecendo o verdadeiro motivo
Numa aldeia do deserto, as frutas eram raras. Deus apareceu a um profeta, e deixou um mandamento: “cada pessoa só pode comer uma fruta por dia”.
O costume foi obedecido por gerações.
O povo da aldeia irrigou o deserto, e plantou mais árvores. As frutas começaram a surgir em abundância. Mas todos respeitavam o mandamento, e as frutas apodreciam no chão.
A lei continuava, pois o profeta que a recebera havia morrido.
Um novo profeta surgiu: “agora já podem comer quantas frutas quiserem”, dizia.
Foi apedrejado.
As pessoas começaram a achar Deus ridículo, por permitir apenas uma fruta por dia. Os jovens abandonaram a religião, para comer o que queriam. E na igreja ficaram os que se achavam santos. Mas na verdade eram pessoas que tinham pavor de mudar qualquer coisa.
Paulo Coelho

Efectivamente, quantas vezes estamos agarrados a tradições, por medo e não por convicção, desconhecendo o porquê e o para quê, as razões da sua origem, e se as mesmas se mantêm actuais. O mais importante é o nosso crescimento interior, e isso só se consegue com reflexão, sem medo, com ousadia e o conhecimentos dos porquês.

3 comentários leave one →
  1. Junho 7, 2009 08:51

    Por falar em tradições:
    O marido recém casado viu a esposa cortar as pontas do chouriço antes de o pôr na panela. Intrigado, perguntou à esposa porque o fazia e ela disse-lhe que era assim que a mãe fazia. Ele perguntou à sogra que lhe disse que era assim que a sua mãe fazia. Perguntou à avó da esposa que lhe disse: “Sabes, meu netinho, nós éramos muito pobres e a panela era tão pequena que eu tinha que cortar as pontas ao chouriço para ele caber!”

  2. miná(Famalicão permalink
    Junho 7, 2009 16:30

    Mudança!
    Por norma a maioria das pessoas são renitentes á mudança de hábitos, rituais,tradições, etc,etc…
    Somos seres pensantes, mas «preguiçosos»! Acomodamo-nos com o que está instituído, é muito mais fácil; esta é que é a realidade que temos, noentanto não será por isso que nos quedemos e deixemos correr!
    No que diz respeito à catequese e até mesmo normas doutrinais, jamais podemos «ser cães mudos»,como muitas vezes disse um saudoso sacerdote já falecido.
    Concretamente na catequese da minha paróquia, há muito a fazer neste campo! E aqueles que porventura se arriscam a mudar alguma coisa, não têm tarefa fácil, podem crer, mas desistir daquilo que acredito ser melhor para as nossas crianças e adolescentes, está fora do meu pensar e querer. Cada vez sinto que é preciso acordar e sacudir mentalidades « adormecidas».Este espaço Partilhar tem-me aberto horizontes demasiado valiosos para ficar quieta e passiva!
    Que Deus me ajude. Conto com a vossa ajuda com ideias e partilha de experiência, certo?

  3. fátima catequesecucujaes permalink
    Junho 10, 2009 15:20

    Tal como conta na história, a mudança bem sucedida não são meros resultados de vontades isoladas, esse tipo de mudança cria resistências fortes no grupo e todo o processo vai demorar longos anos…

    É preciso fundamentar as mudanças a introduzir como parte de um processo inovador de aprendizagem, sendo necessário: definir objectivos, focalizar, implementar, avaliar analisar fazer correcções consolidar as mudanças que se vão introduzindo.

    Em qualquer processo de mudança é essencial uma liderança forte, (sem o apoio do Pároco, se ele não for o líder natural, pouco é possível fazer) clareza sobre o que vai mudar, compreensão, paciência, participação e, por fim, a acção frente às resistências.

    Só um trabalho de equipa coesa pode levar a uma mudança efectiva.

    Claro que é bom mudar, mas mudar o quê? Só descubro o que preciso mudar em relação com o outro e se deixo o meu coração aberto à escuta, à aprendizagem…ao amor!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: