Skip to content

Estilos de animação

Junho 29, 2009

Nos últimos artigos, temos vindo a reflectir sobre a catequese como um projecto e do que isso significa. Esta é uma ideia que precisa de ser ainda muito amadurecida e reflectida. Neste espaço desejamos promover a mudança de mentalidade, o despertar a reflexão, e a consciência audaz de que melhor é possível. Pretendemos realizar um encontro com todos os catequistas interessados nesta temática. Pretendo depois sujeitá-la à opinião de pessoas credenciadas no domínio das ciências da educação. Faz falta à igreja a humildade de dialogar com as diversas ciências. Eles estão disponíveis e apreciam. Sou testemunha disso mesmo.

Com a implementação desta metodologia do projecto, os papeis do catequista terão de ser substancialmente distintos. Já falamos um pouco acerca disso. Não nos vamos repetir. Apenas partilho os diferentes tipos de animação, o mesmo será dizer, os diferentes tipos de catequistas.

Irão descobrir, facilmente, qual o estilo que se recomenda…

ESTILO TIPO DE PARTICIPAÇÃO
Autoritário Tudo o que é feito é obra do animador.
– A participação do grupo será pouca e a sua criatividade inexistente; consistirá “no que fizer o animador”.
– Os membros não se sentem motivados para a tarefa a desenvolver.
Permissivo (laisser faire) – Amálgama de realizações ditadas por impulsos, pelos líderes da altura, por preferências: disto gosto, não gosto daquilo, apetece-me, não me apetece.
– Normalmente, as concretizações são banais.
– É possível que o que foi começado seja abandonado.

– Cada um faz o que quer, como quer e quando quer.
Democrático ou
Cooperativo
– Participação de todos, orientada e sustentada.
– Procura-se que cada um se sinta bem fazendo o que sabe e aquilo em que pode fazer render as suas capacidades e contribuir com a sua originalidade.
– Acaba-se o que se começou.
– O animador ensina a ver o caminhar para o objectivo programado como objectivo em si, investindo também na relação afectiva com cada membro do grupo. Esta combinação multiplica a eficácia.
3 comentários leave one →
  1. miná(Famalicão permalink
    Junho 29, 2009 13:55

    É claro e lógico o estilo do catequista que todos deveriam ser.Estou consciente daquilo que quero ser como catequista.

  2. maria defátima permalink
    Junho 30, 2009 01:21

    É giro chamar-lhe “Democrático ou Cooperativo”

    Lembrei-me “ O líder (democrático) é alguém que aceita o risco da inovação, que se entusiasma, que aspira a transformar o real, que se emociona, que é pró-activo, que interage respeitando as crenças e as convicções do outro” (Jorge Costa)

    Na “democracia da” catequese, eu penso que é isto tudo e principalmente um forte espírito de responsabilidade para nunca esquecer o objectivo a atingir, fazer a catequese sempre focada nas pessoas mas, sem perder de vista o objectivo.

    Se realizar esse encontro eu gostaria muito de participar.

  3. catia faria permalink
    Março 10, 2010 12:35

    Bem eu tou a tirar o curso e nao aprendi assim Democrático ou
    Cooperativo , mas sim um animador liberal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: