Skip to content

Palavra com vida

Fevereiro 3, 2010

Continuamos a publicar citações bíblicas, com uma breve mensagem de vida.

Citação: Lc 5, 33-39

Episódio: Vinho novo em odres novos (“vinho novo em odres novos”)

Mensagem:  Nova mentalidade, abertura de espírito para acolher a novidade. Nova maneira de ver a realidade.

Citação: Lc 6, 17-26

Episódio: Bem-aventuranças

Mensagem: Pensar de forma diferente. Outro tipo de justiça, de atitude, de pensamento. Algo que nasce de dentro.

Citação: Lc 6, 27-29

Episódio: Dar a outra face (“A quem te bater numa das faces, oferece-lhe também a outra”)

Mensagem: Diferente de fugir, ou humildade. Com serenidade, enfrentar. Não usar as mesmas armas.  Agir e não reagir face a uma situação adversa.

Citação:  Lc 6, 37

Episódio: Não julgueis. (“Não julgueis e não sereis julgados”).

Mensagem:  Não fazer apreciações aos outros. Não dizer, desta água não beberei.

Citação: Lc 6, 39

Episódio: cego a guiar outro cego. (“Um cego pode guiar outro cego?”)

Mensagem: Não pensemos saber tudo acerca dos outros ou como devem proceder.

Citação: Lc 6, 46-49

Episódio: tirar o argueiro da vista do outro sem tirar a trave da nossa.

Mensagem: Olhar primeiro para dentro de nós mesmo. Enfrentarmos os nossos fantasmas. Não transferir para os outros os nossos medos ou as nossas certezas.

Citação: Lc 6, 46-49

Episódio: Casa sobre a rocha

Mensagem: Ser activo e não reactivo. Sermos actores no palco da nossa vida e não espectadores. Ter um pensamento forte, desenvolvido pela literacia emocional.

Citação: Lc 9, 46-48

Episódio: Quem é o maior

Mensagem: Não nos preocupemos em ser mais que os outros. Muitas vezes, quem o faz é porque sente exactamente o contrário. O maior não precisa de dar provas disso para se sentir bem.

Citação: Lc 10, 25-37

Episódio: Bom Samaritano

Mensagem: faz o bem, sem olhar a quem. Sê superior aos preconceitos. Domina-os e não te deixes dominar por eles.

4 comentários leave one →
  1. Sónia permalink
    Fevereiro 15, 2010 16:11

    Olá Pd Carlos, boa tarde!
    Na próxima semana vou falar sobre as bem-aventuranças aos meninos da catequese (4º ano).
    Estou com falta de ideias de como as apresentar e sobre as “lições” que de lá devemos tirar.
    tem alguma sugestão/material que me possa facultar?
    Obrigada.

  2. Fevereiro 15, 2010 18:37

    Olá Sónia. As bem-aventuranças são uma forma inovadora de olhar para a vida, de ver o outro lado das coisas, de evitar viver traumatizado, de viver alienado, mas assumir a vida, com objectivos, enfrentando de frente os desafios, ultrapassando os medos, ser optimista, a aprender com os erros e os sofrimentos. E Jesus disse-nos isto de uma forma muito bonita, mas chocante. À primeira vista, a visão de Jesus choca. Mas, depois de reflectirmos sobre as hipóteses que temos e as consequências reais, acabamos por dar razão a Cristo, e tentamos seguir os seus princípios, e a Sua forma de ver a vida.
    Não tenho muito material sobre isso. E pelo que pesquisei também não há grande coisa. Uma sugestão: trabalho de grupos, sobre cada uma. Cada um pode fazer uma história, com duas saídas, uma espécie de você decide. Uma ao jeito de Jesus e outra mais superficial. E reflectir sobre as consequências das duas opções. Mas deixo aqui espaço a que catequista que já tenham falado disso, o ajudarem a Sónia. Mas para um quarto ano, não dá para aprofundar muito, e acho que não será esse o objectivo. No sétimo ano é que esse assunto é aprofundado, acho eu. Por isso, só vendo em concreto quais os objectivos que pretende atingir.

  3. Fevereiro 15, 2010 18:52

    Se ajudar, encontrei este texto, que é interessante:
    FELICIDADE DE CRISTO X FELICIDADE DO MUNDO
    Disse Jesus:

    Felizes os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;

    Felizes os que choram, porque eles serão consolados;

    Felizes os mansos, porque eles herdarão a terra;

    Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;

    Felizes os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;

    Felizes os limpos de coração, porque eles verão a Deus;

    Felizes os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;

    Felizes os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;

    Assim diz o mundo:

    Felizes os ricos de espírito, os gananciosos e avarentos, porque deles é o reino terreno;

    Felizes os que dão gargalhadas dos outros, porque eles não precisam de consolo;

    Felizes os bravos, os violentos e os arrogantes porque a terra é dominada por eles;

    Felizes os que têm fome e sede de sucesso e poder, porque eles nunca se fartarão;

    Felizes os que não se compadecem dos problemas alheios, porque o próximo é estorvo

    Felizes os sujos de coração e imorais, porque eles agradarão a sociedade

    Felizes os contenciosos, porque todos têm medos deles;

    Felizes os que perseguem, porque o mundo a eles pertence!

    por: Valmir Nascimento

  4. Sónia permalink
    Fevereiro 20, 2010 10:56

    Obrigada pelas suas dicas.
    Vou aproveitá-las com certeza para a catequese.
    A abordagem que farei será muito superficial, pois sei que as Bem-aventuranças são abordadas com maior ênfase em anos seguintes.
    Só pretendemos que as crianças entendam que aquilo que Jesus disse há mais de 2000 anos atrás, se aplica ainda hoje a nós. E que dos princpios d’Ele podemos tirar ensinamentos para a nossa vida.
    Mais uma vez obrigada.

    Sónia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: