Skip to content

12 de Março

Março 12, 2010

Marcos 12, 28-34: Não estás longe do reino de Deus!

O escriba sabe que é importante: amar a Deus e os irmãos é caminho seguro para uma vida feliz. Mas, mesmo assim, ainda não está dentro do Reino. Porquê? Porque ainda não conhece Jesus a sério. Ainda não percebeu que so Jesus é o rosto perfeito de Deus. Que só Jesus nos pode mostrar o que é amar a Deus e aos irmãos.

Perdoa-me, Jesus, por todas as vezes em que me afastei do Reino de Deus. Perdoa-me por construir um reino só meu, feito de castelos de areia. Perdoa-me por teres de amar como Tu. O teu perdão me ensinará a amar-te e a desejar o teu Reino.

Anúncios
2 comentários leave one →
  1. Março 12, 2010 01:07

    Existe uma ideia de que falando de Deus na base de um respeito que roça a fronteira do medo, do pecado, da uma consciência aprisionada pela ideia de pecado e culpa, que a pessoa será mais devota e mais próxima de Deus. Discordo completamente. Com base no medo não se pode amar. Com um sentimento de culpa neurótico, que rebaixa a auto-estima, não é possível transformação. Só é possível caminhar com um pensamento positivo, com alegria no coração, com um sorriso nos lábios, sabendo superar as dificuldades, aprendendo com os erros.
    E quando descobrimos o Deus do Amor, do Perdão, da proximidade, da alegria, aí sim, criaremos laços inquebráveis, ganharemos mais vontade de nos identificarmos com esse Deus que nos ama e nos aceita como somos, desafiando-nos a crescermos e a desenvolver o que de melhor em nós existe, a enfrentarmos o que de menos bom possuímos, e aprendendo com os nossos percalços.
    Não é o medo que nos liga a Deus, mas o amor. Falemos mais na beleza de Deus, e menos no pecado. Mais no amor, que na culpa. Com mais simpatia e alegria, que terror e distância. Falemos menos no pecado e mais na Graça de Deus. E a Graça de Deus é o mesmo que dizer: o colo de Deus, que nos recebe com ternura, com o calor do seu corpo, e nos embala, com um sorriso e o seu olhar apaixonado por nós, tal mãe completamente embevecida pelo seu bebé.

  2. miná ( Famalicão) permalink
    Março 13, 2010 00:28

    Que bela e profunda reflexão: sim , é desse Deus que eu quero estar próxima e presente em todos os momentos da minha vida!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: