Skip to content

18 de Março

Março 18, 2010

João 5, 31.47: As obras que Eu faço dão testemunho que o Pai Me enviou.

Jesus veio até ti para testemunhar o amor do Pai. Ao veres Jesus, ao experimentar a bondade dos seus gestos, a verdade das suas palavras, podes ver Deus como Ele é realmente. Mas tu que te dizes seguidor de Jesus, és chamado também a testemunhar o mesmo rosto belo de Deus com os teus gestos.

Jesus, quero ver-Te. Quero superar os preconceitos, as opiniões dos outros. Quero ver os teus gestos, escutar as tuas palavras. Para saber quem é Deus em que me convidas a acreditar.

Advertisements
6 comentários leave one →
  1. Março 18, 2010 00:49

    Senhor, ensina-me a ser coerente entre aquilo que acredito e o que vivo. Que eu viva o que creio. Que eu saiba seguir os teus passos na minha vida, viver em plenitude, concretizar os teus ensinamentos. Que eu tenha força para criar laços contigo, e não me limitar a uma relação superficial, marcada pela opinião dos outros. Que eu encontre tempo para te conhecer melhor. Esvazia-me das ideias pre-concebidas de que encheram o meu subconsciente. Que ouse rasgar os véus que nos separam, e tu possas brilhar no meu pensamento e nas minhas emoções.

  2. Fátima Fontes permalink
    Março 18, 2010 01:50

    Amar a Deus é deixar que Ele mesmo viva através de nossas vidas, amar a Deus sem querer entender totalmente, Dou comigo a pensar….o amor de Deus esta em tudo que é verdade, em tudo que nos faz bem, ou seja feliz e sem que magoemos os outros, isso é amor, Senhor quero pedir-te que me ajudes a viver esse amor e a ser feliz, pois sei que serei feliz se o outro também estiver feliz.

  3. Manuel permalink
    Março 20, 2010 01:47

    O EU e o NÓS

    Começo por pedir desculpa de abusivamente me intrometer nas reflexões de outros que não as minhas. Será pouco ético, confesso, até mesmo deselegante este meu comentário a pensamentos vindos do interior de cada um, mas perdoem-me, tinha que levar até vós estes macambúzios pensamentos.

    Achei curiosa a introspecção efectuada pelo José Sá e pela Fátima Fontes.

    Encontramos numa das meditações uma solicitude pessoal, com predominância no EU. “Que eu viva….. Que eu saiba…… Que eu tenha….. Que eu encontre…..”

    Na outra reflexão há uma abertura aos outros. Um pedido para NÓS.
    “Que nos faz bem, ou seja feliz e sem que magoemos os outros….. Serei feliz se o outro for feliz……”

    Poder-se-á pensar que estamos perante duas análises distintas – Egoísta e Humanista. Puro engano, digo eu. O objectivo, estou certo, até será o mesmo. A forma, o meio, é que os distingue.

    Não será aquele EU, aparentemente egoísta, uma forma de me enriquecer com os caminhos de Deus, no propósito de ser mais forte, mais verdadeiro, para tornar os outros mais fortes, mais solidários e mais felizes.

  4. Março 20, 2010 12:50

    Manuel, a palavra eu traduz a relação próxima e um diálogo pessoal com o Pai. Não podemos falar pelos outros, apenas levá-los a questionar, e a fazerem o mesmo caminho. Há um caminho que deve ser feito em comunidade. Mas esse só é verdadeiro e coerente quando é alicerçado na convicção pessoal, na busca pessoal e numa relação pessoal com este Deus. A oração é um diálogo de amor a dois. Depois pode ser aberto à familia cristã. Mas não podemos correr o risco da massificação, da esterilidade, pela alienação e pela desresponsabilização da caminhada pessoal.
    Jesus falava com o Pai. Nunca convidou ninguém. Desafiou. Foi a vontade pessoal deles que os levou a pedir: “Senhor ensina-nos também a rezar como tu rezas”.

  5. Fátima Fontes permalink
    Março 21, 2010 10:39

    Olá, bom dia Manuel, não sei, muito bem que te dizer, pois não pensei nesse pormenor, pois passei o tempo a pensar em minha reflexão, em meu estado de espírito, o que terei que mudar para ser mais parecida com Jesus, também sei que para isso tenho que estar bem comigo mesma, talvez eu já me encontre bem e esteja preparada para os outros e falei em plural sim, sinto-me muito bem, e só assim estou bem, para com os outros. Mas obrigado por essa observação. Assim ajuda a ver que temos que falar sempre e em primeiro em EU e só depois em NOS boa observação. E como dizes aparentemente egoísta mas se eu não pensar em mim e não mudar não são os outros que o vão fazer certo? Para tornar os outros mais fortes, mais solidários e mais felizes. É pena não poder ver tuas reflexões mas é bom saber que as lês.

  6. Manuel permalink
    Março 22, 2010 01:07

    Olá Fátima Fontes e José Sá.

    Começo por vos pedir desculpas se não consegui ser claro no meu comentário.

    Não fiz qualquer crítica a nenhum dos vossos diálogos com Deus. Longe de mim tal ousadia. Digo-vos mesmo que considerei duas excelentes meditações. Duas formas distintas, e já agora, honestas, de pedir ajuda para tentar ser feliz. Não será isso que nós, católicos, procuramos nos caminhos de Deus, na sua verdade, nos seus ensinamentos? – A Felicidade.

    Não terá sido isso que o José Sá pediu. Conhecer melhor Deus para saber e poder ajudar melhor os outros a serem felizes?

    Não terá sido isso que a Fátima Fontes disse. Procurar na felicidade dos outros a minha felicidade?

    Não vislumbrei qualquer atitude egoísta nos vossos diálogos com Deus. O meu “aparentemente egoísta” quer dizer exactamente isso.

    Pois é Fátima, tenho lido com agrado os textos deliciosos que o Padre José Sá nos tem oferecido. Deliciosos porque me permitem reflectir. Confesso que adoro textos que me fazem pensar. No caso destes textos, me obriguei fazer uma introspecção à minha vida, ao meu dia-a-dia e a procurar saber onde eu encaixo. A procurar saber afinal quem é o Manuel. Tal como disse o padre José Sá, também os meus diálogos com Deus são muito “eu”. E nesse “eu” dificilmente exteriorizo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: