Skip to content

20 de Março

Março 20, 2010

João 7, 40-53: Havia desacordo entre eles acerca de Jesus.

Tantas opiniões diferentes de tudo. E também sobre Jesus de Nazaré. “É filho de Deus.” “É um mito”. Como fazes tu para descobrir a verdade sobre Jesus? Podes ir atrás da voz da maioria. Ou podes deixar-te tocar pela sua presença. Ele chama por ti mas não se impõe. Ele desafia-te sem roubar a tua liberdade. Ele convida-te mas não te julga. Que posição tomas?

Ajuda-me, Jesus, a distinguir as tuas palavras, livres e libertadoras, da conversa fiada com que sou bombardeado todos os dias.

3 comentários leave one →
  1. Março 20, 2010 00:57

    A Igreja enfrenta uma crise. Uma das hipóteses que eu adianto, é de que sofre um pouco pela cultura educativa que desenvolveu. Não podemos impor ideias a ninguém, por muito boas que sejam. Devemos apresentar. Questionar. Devemos envolver as pessoas e trata-las como seres pensantes, e não termos medo dos seus pensamentos.
    Muitas ideias diferentes. Muitas dúvidas. Mas será que se procura a verdade? Ou serão elas uma desculpa para fugirmos à verdade? Uma pessoa fiel à sua capacidade intelectual, deve questionar, mas predispor-se para a busca da verdade, aberta para o que vai conhecer, e não partindo com o preconceito.

    Jesus nunca temeu quem pensava diferente. Jesus querias pensadores, pessoas que procuravam.
    Senhor, acompanha-me nesta busca contínua de ti, e de mim, sem desejar a uniformidade, sem esperar a compreensão e aceitação dos outros, sem me sentir diminuído ou atacado por quem não te segue. Contigo quero criar um laço inquebrável. Quero, tal como no diálogo do principezinho e a raposa, olhar para o mundo e ver a tua imagem, ansiar a hora do nosso encontro… espera Senhor… não preciso… tu nunca te vais… nem nos momentos mais difíceis…eu só tenho de ter consciência disso.

  2. Fátima Fontes permalink
    Março 20, 2010 03:39

    Sim… tantas vezes me pergunto: quem sou eu? Quando preciso buscar a minha identidade, logo, em silêncio, consigo ouvir: “Sou alguém amado por Deus”, projecto de Deus. Cada um de nós pode fazer a diferença na sua vida! Melhor do que “Quem sou eu?” é “Quem Deus quer que eu seja?”
    Plenamente feliz e realizado, com certeza. Daquela felicidade e realização que não passam, pois são mais interior que exterior. A vida não se encarrega de “fazer rolar” sozinha. Temos que, pelo menos, tentar, e nunca desistir. Ajuda-me, senhor, a nunca perder a minha identidade.

  3. miná ( Famalicão) permalink
    Março 20, 2010 13:30

    Ainda ontem em conversa com uma pessoa, ela me dizia:«não podemos ter a pretensão de que todos pensem e ajam como nós», é uma verdade que jamais podemos esquecer. Às vezes custa aceitar?Custa com certeza; mas Senhor confio em Ti para me ajudares a fazer este caminho de aceitação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: