Skip to content

26 de Março

Março 26, 2010

João 10, 31-42: Se não quereis acreditar em mim, acreditai ao menos nas minhas obras.

Muita paciência tem Jesus! Está com os discípulos e contigo há anos. E nem assim nos decidimos a aceitá-lo e à sua Palavra. Mas Jesus insiste. Convida-te a reflectir sobre o significado dos seus gestos. Quem te ama como Ele? Que outras palavras conseguem animar o teu coração quando estás em baixo? Quem, apesar de tudo, acredita que és capaz de um amor livre e responsável? Quem aceita ficar sempre do teu lado? Quem está disposto a morrer por ti?

Hoje rezo no silêncio. Para escutar o que tu me dizes e não o que eu gosto de ouvir. Para poder pensar nos teus gestos. Para poder abrir-me à força da tua novidade radical.

Anúncios
2 comentários leave one →
  1. Fátima Fontes permalink
    Março 26, 2010 00:35

    Quero colocar a minha confiança em ti, Obrigado por perdoares os meus pecados. Faz de mim a pessoa que tu desejas que eu seja. Te agradeço por responderes às minhas orações e por estares agora na minha vida às vezes essas emoções são mais do que poço aguentar. Dê-me forças para enfrentar as provações da vida, as pedras do meu caminho que são mais do que posso aguentar sozinho. Eu preciso de Ti.

  2. Março 26, 2010 19:05

    O Evangelho de hoje encanta-me pela inteligência de Cristo e pela forma como ele encara as situações tensas. Haverá situação tão tensa como ter um grupo de pessoas prontas para nos apedrejar? Qual a nossa atitude? Cristo encara-os de frente, e questiona a suas mentes, as suas escolhas. Jesus confronta-os com os seus fantasmas. Abriu-lhes a mente. Obrigou-os a desconcentrarem-se dos seus propósitos, e olharem para as suas reais motivações. “Quereis apedrejar-me. Eu fiz muitas obras. Por qual é que me quereis apedrejar?” E aqui começa um diálogo, em que Jesus utiliza a armadilha que lhe prepararam para os fazer pensar. Todos gostam de ter razão. Jesus sabe dessa necessidade neurótica, e aproveita essa carência para os interpelar e semear a insegurança nas suas mentes pseudo-securas.

    Senhor, ensina-me a arte do diálogo, a não ter medo nas situações stressantes, e a aprender o lado positivo. Que eu não bloqueie ou abras as janelas mortais que semeiam medo e insegurança, e falta de auto-estima, mas seja capaz de assumir as minhas fraquezas e converter os obstáculos em oportunidades.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: