Skip to content

1 de Abril

Março 31, 2010

João 13, 1-15: Depois de ter amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao extremo.

Amar até ao fim. Até dar a vida. Até morrer por este amor. Foi este o caminho que Jesus escolheu. Porque Ele foi amado assim pelo Pai. E agora responde ao amor do Pai, dando-se do mesmo modo: totalmente. Ao Pai e à humanidade toda.

Senhor, ajuda-me a não ter medo de amar. A não perder tempo com desculpas, planos e adiamentos. Ajuda-me a amar como Tu. Sempre. A todos. Dando-me totalmente.

Advertisements
4 comentários leave one →
  1. Fátima Fontes permalink
    Abril 1, 2010 09:35

    Hoje mais do que nunca preciso que o meu rosto e o meu ânimo se tornem vivos, Que não fuja a nenhuma provação, saiba que não ficarei desiludida, porque está perto de mim quem me vai fazer justiça, que eu não esqueça, Senhor, que sempre vens em meu auxílio, e Contigo nunca ficarei perdida nem humilhada. Senhor, tenho sede de teu amor.
    Hoje quero agradecer-te, Senhor, a suavidade com que respondes às minhas dúvidas; a calma que me transmites, o humor com que comentas as minhas palavras impensadas; o modo discreto como, me dás o que devo dar…
    Hoje, quero agradecer-te, pôr-me teres ajudado a vencer os medos e a dar-me coragem para começar uma nova vida cheia de amor e entrega.

  2. Miná permalink
    Abril 1, 2010 23:05

    Como é bom amar e ser amado!Ninguém é feliz se não der e não receber amor; nunca saberei amar tanto como o meu Deus e Senhor me ama; aceita Senhor a minha forma de de Te amar, a forma de amar a vida e a forma de amar os outros.

  3. Abril 2, 2010 00:19

    Este dia é o dia do sacerdote. A sua missão: falar do amor de Deus, presente no pão eucarístico.
    Hoje exige-se novos sacerdotes. Uma nova forma de ser sacerdote. É preciso uma igreja arejada. Que saiba dialogar. Que saiba interpelar e deixar-se interpelar. Que saiba responder aos novos desafios que a sociedade, esta que temos e não a que gostaríamos de ter. Que encontre uma linguagem nova, compreensível, flexível. Que fale mais da Beleza de Deus que do pecado. Mais do céu que do inferno. Mais do perdão que do erro.
    O meu modelo de padre é Cristo: pelo seu pensamento, pela forma como geria as suas emoções, sobretudo em momentos stressantes, pela sua forma de dialogar, pela capacidade de pensar e fazer pensar, pela sua força interior, por saber falar com as palavras certas para as pessoas.

  4. miná ( Famalicão) permalink
    Abril 2, 2010 20:52

    Quando olho para alguns sacerdotes, penso: será que são«amados» como pessoas pelas suas comunidades!?; será que são felizes apenas com o amor de DEUS por eles e eles pela Igreja!?;Senhor dá-nos força para «amar» os nossos sacerdotes tal qual eles são!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: