Skip to content

Carta de Um Amigo

Maio 29, 2010

Escrevo-te para te dizer como gosto de ti e como quero que me conheças melhor.

Quando acordaste esta manha, fiz explodir um nascer do Sol brilhante através da tua janela tentando chmar-te a atenção. Afastate-te a correr.

Mais tarde, vi-te a passear e a conversar com amigos. Banhei-te com o calor do sol. Perfumei o ar com o doce aroma da natureza. Afastaste-te a correr. Não reparaste em mim. Então, gritei para ti com um tornado. Pintei-te um lindo arco-iris no céu. Olhaste-me de relance. Ainda assim afastaste-te a correr. Nessa noite, espalhei raios de luar no teu rosto. Enviei uma brisa fresca para te repousar e afastar o teu medo. Velei por ti enquanto dormias. Partilhei os teus pensamentos. tinhas uma vaga noção de que eu estava tão perto. Escolhi-te a ti.

Tenho uma tarefa especial para ti. Espero que fales comigo em breve. Só eu te ajudarei a atravessar a tempestade. Outros não viram a alvorada.

Mantenho-me perto. Sou teu amigo. Amo-te muito.

O teu Amigo, Jesus.

(Margaret Powers)

Advertisements
5 comentários leave one →
  1. Marta (Lama) permalink
    Maio 30, 2010 13:13

    Sem palavras…

  2. Miná permalink
    Maio 30, 2010 18:41

    Foi a carta mais bela que alguma fez recebi…

  3. Manuel permalink
    Junho 2, 2010 14:52

    Pegadas na Areia
    Sonhei que estava caminhando na praia
    juntamente com Deus.
    E revi, espelhado no céu,
    todos os dias da minha vida.
    E em cada dia vivido,
    apareciam na areia, duas pegadas :
    as minhas e as d’Ele.
    No entanto, de quando em quando,
    vi que havia apenas as minhas pegadas,
    e isso precisamente
    nos dias mais difíceis da minha vida.

    Então perguntei a Deus:
    “Senhor, eu quis seguir-Te,
    e Tu prometeste ficar sempre comigo.
    Porque deixaste-me sozinho,
    logo nos momentos mais difíceis?

    Ao que Ele respondeu:
    “Meu filho, Eu te amo e nunca te abandonei.
    Os dias em que viste só um par de pegadas na areia
    são precisamente aqueles
    em que Eu te levei nos meus braços”.
    (Margaret Powers)

  4. Fátima Fontes permalink
    Junho 2, 2010 21:37

    Amigo Jesus, gostei da carta que escreveste, também sei que é verdade, nem sempre te dou a atenção que mereces, acredito que tens uma tarefa para mim, tenho tentado conhecer-te melhor, porque só assim te posso amar, sei que me conhecesses muito bem porque partilho contigo meus medos minhas tristezas minhas duvidas, sei que gostas de mim, que és Tu que seguras o meu leme, para que eu não fique à deriva na rota que me leva até ao porto destinado, que pode não ser o porto sonhado numa madrugada de fantasias a mais, mas aquele a que tenho direito, que a luz do sol e das estrelas continuem em todos os dias e noites a ser a prova de continuares comigo e assim não ficarei à deriva na rota que me leva até ao porto destinado, ajuda-me, não tenho a força para segurar o barco sozinha. . Obrigado por estares comigo.

  5. Rita permalink
    Abril 28, 2011 09:03

    LINDO! Meu Deus!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: