Skip to content

Metade

Janeiro 31, 2011
tags: ,

Efectivamente, em nós existe muitas metades. E quando umas impedem as outras, há conflito interior…

2 comentários leave one →
  1. Fátima Fontes permalink
    Fevereiro 1, 2011 09:47

    Gostei de ver este filme, por vezes é bom reflectirmos um pouco em tudo que se passa connosco e a nossa volta. Quero ser a metade que me ajude a ouvir e a ver o meu próximo, quero ser a metade que ama e de amor. E que outra metade também seja tudo isto amor.

  2. Manuel permalink
    Fevereiro 1, 2011 13:16

    È um poema lindíssimo de Oswaldo Montenegro, muito bem ilustrado pelas imagens que o foram acompanhando. Retenho dois versos neste poema.

    “Porque metade de mim é o que ouço” / “Mas a outra metade é o que calo.”

    Ouve e Cala, mas a que FALA não aparece na metade de mim. Porque é a metade que agride, ofende, abafando o respeito pelos outros.

    “Porque metade de mim é amor” / “E a outra metade também.”

    È o que muitas vezes nos falta. Amar os dois lados de nós. Só assim podemos amar o próximo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: