Skip to content

Sabedoria

Julho 25, 2011

Disse Deus a Salomão: «Pede o que quiseres».

Que pediríamos nós?

“Dai, portanto, ao vosso servo um coração inteligente, para saber distinguir o bem do mal”.

Nas nossas orações pedimos tantas vezes saúde, mas não a sabedoria para a cuidar.

Pedimos paz, mas não a sabedoria para aprender com as dificuldades.

Pedimos muitos anos de vida, mas não a sabedoria para a vivermos em plenitude.

Pedimos dinheiro, mas não a sabedoria de o saber ganhar e saber gastar.

Quem é o verdadeiro sábio? O que estudou muito? O que já viveu muitas experiências? Tudo depende do que cada um faz disso. Se fizer dessas competências uma fonte de novas aprendizagens, e não se fechar nos conhecimentos adquiridos, estará mais perto da sabedoria. Será sábio aquele que é capaz de se conhecer, e de dominar os seus medos, e estabelece um projecto de vida, adaptando sempre que necessário, com criatividade e empenho.

Aquele “que tira do seu tesouro coisas novas e coisas velhas”, para fazer surgir novas soluções.

Vivemos numa sociedade do “achismo” . Toda a gente “acha” tudo. Todos querem mostrar que são sábios, que dominam todas as áreas, mesmo sem delas fazer qualquer ideia. Mas se eu “acho” é porque é assim. As crianças fazem muitas perguntas, porque não reconhecem que não sabem, não sentem vergonha por isso, e querem aprender. Os adultos, não fazem perguntas porque acham que sabem tudo. E não gostam que lhes perguntem, porque podem chegar à conclusão do que não sabem.

A sabedoria é humilde, é atenta, comunicativa, criativa, aberta, disponível para partilhar, aprende com os erros, sabe reflectir e contemplar.

Peçamos a Deus o dom da Sabedoria. Feliz daquele que descobre em Deus a fonte da Sabedoria. Esse não tem medo de vender tudo o que tem para adquiri o terreno onde encontrou o tesouro.

2 comentários leave one →
  1. miná permalink
    Julho 27, 2011 20:38

    «Achismo»!! Que interessante! Não sei se realmente a palavra existe ou não, mas isso pouco me importa; o que me interessa é a reflexão tecida em seu redor…De facto, achamos muita coisa! penso que não temos verdadeiramente consciencia disso, falo por mim…Gostamos de dar a nossa opinião, simplesmente. É de facto como o padre Zé Carlos diz: não sabemos pedir as coisas que verdadeiramente são essenciais para a nossa felicidade. Vou estar mais desperta para este facto, já que quero mesmo ser FELIZ. Obrigada padre Zé Carlos

  2. Clotilde Veriana de Melo permalink
    Janeiro 5, 2012 23:50

    Gostei do comentário e explicação sobre sabedoria. O nosso criador é Deus de sabedoria. É perigoso sentir-se sábio demais. Lembram dos amigos de Jó? Então, sabedoria está bem definido por nosso irmão em Cristo Jesus, padre José Carlos.
    clotilde Veriana. Belo Horizonte. 05.01.2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: