Skip to content

O Deus em que acredito

Agosto 21, 2012
tags:
Não acredito num Deus que diz e não faz…
Costumo andar a pensar na importância de dizermos a nossa Fé de maneira simples. Às vezes sinto que o mais difícil é vermos o que está mais evidente; o que é óbvio costuma escapar-nos mais frequentemente… porque é óbvio! E isso pode tornar o evidente em invisível.
Há algumas coisas simples que, sempre que as partilho, percebo que há quem as queira complicar… Por exemplo: recuso-me a acreditar num Deus que seja capaz de castigar. Recuso-me a acreditar num Deus capaz de punir até as nossas maldades. Porque me recuso a acreditar num Deus hipócrita, um Deus que diz e não faz, um Deus que manda fazer às pessoas aquilo que Ele mesmo não faz, um Deus que nos manda ser o que Ele não é.
Porque se Deus nos diz para perdoarmos 70×7 – quer dizer, sempre – não acredito que, Ele que o diz, na hora da verdade, diante de nós, não o faça! Não acredito num “deus de são Tomás”, olha para o que ele diz não olhes para o que ele faz…
O Novo Testamento repete este mandato que nos vem do coração de Deus: “Não pagues o mal com o mal!” Como, então, posso acreditar num Deus que, diante do mal dos seres humanos, pague com castigos eternos?! Não é isso pagar o mal com o mal?! Será possível acreditar num Deus que reaja às nossas infidelidades com infidelidade?!
Será que nos esquecemos do Sermão da Montanha, onde Jesus proclama a Carta Magna do Reino de Deus? Aí Jesus ensina, segundo a Vontade e o Fazer de Deus: “Não amaldiçoeis aqueles que vos amaldiçoam… Não vos vingueis dos que vos fazem mal; em vez disso, rezai por aqueles que vos perseguem, abençoai os que vos amaldiçoam, fazei o bem aos vossos inimigos!”
E Deus, que diz isto, não será o primeiro a assumi-lo?! Será que Deus nos pede para sermos outra coisa senão o que Ele mesmo já é para nós em plenitude? Será que Deus nos manda fazer outra coisa senão aquilo que Ele mesmo já faz continuamente e com toda a superabundância?
É engraçado como estes pensamentos, tão simples, e esta lógica tão evidente e óbvia que, se a recusarmos, estamos a dizer que acreditamos num Deus hipócrita, são sempre motivo de muitas perguntas, muitas rejeições, muitas frases começadas por “Mas então e isto… mas então e aquilo…” como se fosse uma má notícia Deus ser Bom, ser só Bom, e sempre Bom!
E logo aparecem as histórias do costume acerca da Justiça de Deus… e a complicação que é falarmos da Justiça de Deus como se fosse uma Justiça parecida com a nossa que, na verdade, consiste sempre em dar o prémio aos bons e o castigo aos maus, pagar o bem com o bem e o mal com o mal, dar a cada um segundo o que merece. Mas Deus não é assim… Essa é a Justiça Retributiva, que dá a cada um conforme merece. Deus dá a cada um não segundo a medida do merecimento daquele que recebe mas segundo a medida do amor daquele que dá! O que conta é o Dom, não o mérito… Por isso Deus está sempre disposto a partilhar com todos a abundância da sua misericórdia, porque a sua Justiça não é Retributiva, aquela que dá a cada um o que merece, mas é uma Justiça Restaurativa, aquela que dá a cada um o que precisa para poder nascer de novo. Para a Justiça de Deus, Justiça Restaurativa, o que está em causa não é retribuir o que foi feito de mal, mas restaurar  aquilo e aquele que fez mal, não desistir dele e da cura do seu coração. Por isso é que a Justiça Retributiva, como a nossa, condena, e a Justiça Restaurativa, como a de Deus, salva!
Tenho a certeza que há coisas que, se não nos tivessem metido complicações na cabeça, veríamos com toda a facilidade como são simples e óbvias…
Artigo de Rui Santiago (http://derrotarmontanhas.blogspot.pt/2012/08/nao-creio-num-deus-que-diz-e-nao-faz.html?spref=tw)
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: